fazer um site gratis no aqui

sábado, 10 de dezembro de 2016

CRIANÇAS CUMPREM TRADIÇÃO DE INAUGURAR ÁRVORE DE NATAL DA PRESIDÊNCIA

Cerca de 25 crianças de Vila Franca do Campo inauguraram ontem, sexta-feira, 9 de dezembro, em Ponta Delgada, a Árvore de Natal da Presidência do Governo, durante uma tarde de convívio com o Presidente do Executivo Açoriano e a sua família.

Cumpriram esta tradição da abertura da iluminação da Árvore de Natal da Presidência as crianças dos quatro aos nove anos de idade do Centro de Atividades de Tempos Livres de São Pedro, da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo.

ASSOCIAÇÃO RIBEIRAQUENTENSE “MARÉ VIVA” PROPORCIONOU UM DIA MARCANTE AOS SEUS HABITANTES DE PALMO E MEIO

A Associação Cultural e Desportiva Maré Viva levou a cabo ontem mais um passeio infantil aos alunos da escola primária da Ribeira Quente do 1º ciclo.

Esta iniciativa realiza-se pelo segundo ano consecutivo e é proporcionada pela Associação Cultural e Desportiva Maré Viva, que a pensar nos mais pequeninos da sua freguesia proporcionou-lhes no início desta quadra natalícia mais uma experiência marcante, levando-os a um passeio até ao outro lado da ilha.

INAUGURAÇÃO DO PRESÉPIO DAS CALDEIRAS DE FURNAS 2016 (VÍDEO)

Ontem à noite foram muitos os populares que fizeram questão de marcar presença na inauguração do bem afamado presépio das caldeiras de Furnas.

Esta cerimónia marcou o arranque oficial da quadra natalícia 2016 no Concelho da Povoação e foi animada pelo Grupo Coral de Nossa Senhora da Alegria, que entoou alguns clássicos de Natal.

Recorde-se que o presépio das Furnas começou em 1976, ao que tudo indica, com um Grupo de Jovens das Furnas (J.D.F.), que na altura também tinha dotes para ensinar pintura, música, entre outras artes. Depois de estar cerca de dois anos estagnado, recomeçou com muita força e vontade popular até aos dias de hoje, sempre enriquecido, de ano para ano.

ALTERADO ESTATUTO DO PRIOLO, AVE ENDÉMICA DE SÃO MIGUEL

Foto de: Pedro Monteiro
O Priolo, ave endémica açoriana em perigo, que apenas existe na zona nordeste de São Miguel, Açores, viu o seu estatuto revisto, tendo sido classificado como "vulnerável", "o mais baixo para espécies em risco de extinção", foi hoje anunciado.

Uma nota da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) adianta que foi divulgada pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), a nova edição da Lista Vermelha mundial, onde estão listadas todas as espécies em perigo no mundo, acrescentando que o Priolo, ave endémica de São Miguel, viu o seu estatuto revisto favoravelmente, tendo sido classificado como “Vulnerável, numa altura em que a maioria das espécies se encontra cada vez mais ameaçada”.


 
Powered by Blogspot